Blog Projeto Bebê da Tati - www.projetobebedatati.blogspot.com

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

2º Mesaniversário rsrs


Oi gente! 

Quanto tempo!

Bom, pra começar, peço desculpas pelo desaparecimento! Se bem que vocês devem imaginar a que se deva (a quem se deva! rs). Pois é, não consigo desgrudar da minha pequena! Agora ela está dormindo e eu de férias, senão não saía do lado dela. 

Bom gente, não tenho queixa nenhuma a fazer. Só tenho a agradecer pela rica filha que Deus me deu.

Dorme a noite toda, desde o primeiro mês. Só chorava porque tinha fome. Depois que comecei a dar a mamadeira, nem chorar ela chora, nem acorda de madrugada para mamar. Não estou plenamente feliz só porque tenho que, eventualmente, ainda dar a mamadeira, pois tem horas que pareço não ter leite suficiente (ela fica brigando com o meu peito ou chora).

No começo foi cruel! Sentia dores horríveis. Meus bicos dos peitos racharam e como o leite demorou quase um mês (pasmem!) para descer em volume considerável, a dor era horrível. A tal maquininha (que eu dizia ter sido invensão de Hitller) não era sozinha ruim, como eu achava; doía mais porque não tinha leite nenhum. Então eu forçava e forçava esgotar o que não tinha. Agora que tem eu vi que não é tão ruim. Quando está querendo "empedrar", até é bom! rsrs

Resumindo o histórico traumático da minha amamentação, só ontem que jorrou leite do meu peito...jorrar assim de respingar longe! Dois meses e 6 dias! Não sei se é inédito, mas que foi tempo, foi! rsrs

Ainda tenho medo que ela esteja com fome e quando acho que está dou o Aptamil (agora, né, porque dei Nan pró I - empatou a criança, dei o Nan Confor - até que é bom, mas parecia meio aguado; então agora me acertei com o Aptamil.

Ah, sem contar que tentei relactação (dava o leite na sonda colada no peito), só que a malandrinha sacou e chupava só o canudinho rsrs; estou mandando ver no Equilid (talvez tenha sido por isso que desceu o leite), um remédio para esquizofrenia  - juro que demorei duas semanas para ter coragem de tomar o tal remédio...é melhor nem ler a bula num caso desses (até morte súbita é "efeito colateral" do remédio kkkkk). Quando eu li morte súbita pensei logo: já que alguém vai ter que dar Nan para a minha filha, que seja eu kkkkkk. Mas agora me sinto até agradecida ao remédio rsrs. E não morri! rsrsrs

Ainda me assusto que a Milena não acorda para mamar de madrugada. As vezes acordo e fico tentando acordá-la para mamar. Meu médico disse que é o sonho de toda mãe e eu estou invocando coisas. Mas gente, na maternidade tiveram de dar complemento para ela porque baixou a glicose, então tenho esse receio. Diz o médico que é viagem minha (não com essas palavras, claro! rsrs).

Estamos fazendo umas fotinhos em estúdio, para acompanhar o crescimento mês a mês. Já da para notar a diferença (eu noto, pelo menos rsrs). 
1º Mês
2º Mês
A de Natal custamos, porque a moça mama e quer dormir! E quem diz de acordar. Se espreguiça e dorme de novo. Daí quando acorda, em casa, morre de rir! E na rua, no estúdio, para ser mais exata, ficou bem séria! rsrs

Amigas, depois de tudo que passamos com a amamentação, ficamos ainda mais unidas. Ela me demonstrou o quanto ela queria, porque mesmo depois da mamadeira, queria o leitinho da mamãe. Eu até brincava que de mim descia leite condensado, por isso que vinha em menos quantidade e ela era viciada igual a mãe rsrs

Mas agora, embora eu surte e dê a mamadeira, algumas vezes, estou feliz por poder amamentar, pois um pediatra chegou a dizer que eu nem amamentaria, porque o meu seio não tinha crescido. Claro, sem descer nada de leite o peito não tinha crescido mesmo; quando desceu, cresceu! Que ódio! Mas por um lado foi bom, pois aí eu desencanei (embora chorando e infeliz), dei mamadeira, matei a fome da minha pequena e depois, como num passe de mágica, o leite desceu. O Daniel chegou a me avisar e eu nem acreditei. Agora já tomei vários banhos de leite, pois incrédula, dei mamadeira e depois o leite desceu; Ficava com pena e ódio de mim, mas feliz porque via a quantidade que descia sozinha.

Ah gente, isso tudo me custou noites de sono vendo a pequena dormir. Por isso estou tão feliz agora. Ainda meio desconfiada rsrs...mas feliz! rsrs (gata escaldada, porque no primeiro mês a Milena praticamente só recuperou o peso, não engordou quase nada, enquanto eu tentava amamentar sem mamadeiras).

Depois ainda dei muito leite artificial porque ela continuava com fome depois das mamadas. Até que um dia eu notei que, além dela recusar a mamadeira depois, estava começando a pingar sozinho o peito..e com muito mais frequencia e volume. E por vezes eu sem querer tirava a boquinha dela do seio e via que estava saindo uns jatinhos. Meus olhinhos brilhavam de alegria! rsrs. Até que ontem os jatinhos começaram a sair sozinhos, enquanto ela mamava no outro seio. Não é sempre, mas agora noto isso e fico impressionada! Parece um sonho! rsrs

Medidas atuais da Mileninha: 5,050 gramas e 59 cm. (17.12.2012 - quase 2 meses)

Vai ser alta e magra, pelo jeito! rs

Vamos ver mês que vem! 

Gente, espero que me entendam e entendam porque me dediquei tanto, deixando tudo de lado. É a saúde da minha filha. Sei o quanto o nosso leitinho é importante e me esforcei, dei tudo de mim mesmo! 

Bom, vou me despedir depois deste post gigante, com umas fotinhos do bolo de 1º mês e do dia do batizado, que foi domingo agora dia 23, para dividir com vcs a minha alegria:












        

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

"Mêsaniversário" Milena rsrs

Gente, tenho tanta coisa pra contar!

Que saudade de vcs!

Estamos numa correira aqui, pq já estou trabalhando!

Hj foi o primeiro mêsaniversário - rsrs- da Milena!

Depois venho postar mais fotos e contar como foi!

Estou mortinha, porque fomos tirar as fotos no stúdio e atrasou bastante. Fiquei com a pequena no colo o tempo todo, ela quis mamar, ficou com fraldinha cheia e eu não tinha onde trocar...um calorão só e nós suando de montão...punk!

Mas deu tudo certo...ficarão lindas! Quarta que vem eu vou pegar! E venho mostrar na quinta - espero! rsrs

Amigas, me contem as novidades de vcs! Eu leio os emails e os comentários, mas não to conseguindo responder; ou trabalho ou respondo...e agora tenho uma boquinha a mais aqui em casa rsrs...

Saudade de vcs!!!

Um bjão!

Depois me digam o que acharam da minha princesinha!!!

bjsss

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Nasceu Milena! Tradução do que é o amor

Oi gente!!!

Nossa...quanto tempo!

Primeiro peço perdão à vcs pela ausência...mas desde já adianto que foi pelo melhor motivo do mundo: O NASCIMENTO DA MINHA MILENA!

Bom, hoje foi um dia tumultuado pra mim...aliás foram vários dias onde cada vez sentia mais amor pela minha filha e o medo de não ser a mãe que ela merecia aumentava.

Gente...comecei a fazer um relato super detalhado, do jeito que vcs merecem, mas fiquei tão cansada!

Vou resumir então, tá?

Ela nasceu dia 21 de outubro, à 1:29 da amanhã, de parto cesáreo ( e acreditem: não pirei!), após 28 hs de trabalho de parto (vc não leu errado...28 hs!!! rsrs), tendo chegado ao hospital com 5 dedos de dilatação e parado em 8! E acreditemII: eu que resolvi parar e partir para a cesárea. E o ambiente estava tão tranquilo que eu tirei um colhilo de 5 minutos (acho) depois que a Mileninha passou por mim e foi para a outra salinha para ser examinada. 

Vivi o meu parto normal...conheci a partolândia rsrsr...mas infelizmente o meu colo ainda não estava mole e as minhas contrações, embora fortes, eram curtas e parecia que dos 8 dedos nao passariam. Tive que tomar uma decisão e tomei! E fiquei muito bem resolvida! Eu tentei!

Vou postar uma fotinho da minha filhota, dizer que ela é um amor...que sou a mãe mais babona do mundo, que tudo ocorreu diferente do que eu planejei, mas que não mudaria nada mesmo assim (depois eu venho contar os detalhes!!!).



Uma fofa!  3.855 g 51 cm

 
Bom, estou apaixonada pela minha querida filha! Olhem que amor: ela é cabeludinha:



Amores, e hj não passei nada bem...tive um susto; senti calafrios, tonturas, ânsia de vômito, minha pressão subiu...que medo de não ter tempo de deixar escrito para a minh filha o quanto eu a amo e o quanto ela é importante para mim (desculpem..aproveitei esse momento!rrsrs). Exagerada eu né? Mas a sensação foi muito punk rsrs.

Assim que tiver mais disposta volto correndo para contar como estamos indo.

Um bjão!

Tati e Milena

 


sábado, 13 de outubro de 2012

Como calcular a Data Provável do Parto - recalculando

Oi gente!!!

A Mileninha tá aqui firme e forte! E põe forte nisso! Se espreguiça a todo vapor aqui dentro! Se estica, se encolhe...uma fofurinha! Parece que vejo a bundinha indo pra lá e pra cá. 

Mas quem diz que eu me conformo! kkkk...Agora , depois desse texto que eu li, até fiquei menos paranóica. Vejamos:

Por que a data prevista para o parto é diferente para o médico, para o BabyCenter e para o ultrassom?

Escrito para o BabyCenter Brasil

A equipe do BabyCenter responde:


Em primeiro lugar, é preciso lembrar que a data prevista para o parto (DPP) é apenas uma estimativa para facilitar o acompanhamento do seu pré-natal.

A calculadora da gravidez do BabyCenter usa o método das 40 semanas. A data prevista para o parto é calculada exatamente 40 semanas depois do dia da sua última menstruação (que os médicos chamam de DUM).

O método das 40 semanas é usado no mundo todo e é uma padronização útil, que fornece uma data aproximada para o nascimento do bebê. Com esse sistema, fica muito mais preciso para os médicos o momento de fazer cada exame, por exemplo, do que com a contagem em meses.

Muitos obstetras usam um método semelhante: a regra de Naegele. É um cálculo em que se subtraem três meses da data da última menstruação e depois se adicionam sete dias.

Por exemplo:
DUM – 8 de setembro
Setembro (09) – 3 meses = junho (06)
Dia 8 + 7 = 15
A data prevista do parto é 15 de junho.

Se a soma dos dias ultrapassar 30, então o mês muda, como neste exemplo:
DUM – 29 de setembro
Setembro (09) – 3 meses = junho (06)
29 + 7 = 36. Como junho tem 30 dias, vale 6 de julho.

Essa regra leva em conta o ciclo menstrual de 28 dias. Se o seu ciclo for de 30, é preciso acrescentar dois dias ao resultado final. No último exemplo, a data prevista do parto seria então 8 de julho. Se o ciclo for de 26, subtraem-se dois dias, então seria 4 de julho.

Muitas vezes, em vez de fazer esse cálculo todo, os médicos usam uma espécie de roda de papelão que já mostra o resultado.

Com os dois métodos apontados antes, deve haver diferença de um ou dois dias entre a data apontada pelo BabyCenter e a calculada pelo médico.

Com o ultrassom, a diferença pode ser maior. Tudo depende da época em que o utrassom é feito. O exame considera as medidas do feto em diversos parâmetros, inclusive o comprimento da cabeça até o bumbum, e transforma automaticamente essas medidas em "idade" do feto.

A previsão mais eficiente pelo ultrassom é feita nas ultrassonografias até 10 ou 13 semanas, já que nesse período os bebês têm um tamanho mais padronizado. Depois disso, por diferenças genéticas, cada um se desenvolve de uma maneira (por isso alguns bebês nascem com 3 kg e outros com 4 kg).

Mesmo que os exames de ultrassom que você fizer depois de 15 semanas continuem a mostrar a idade do feto ou uma data prevista para o parto, você não precisa prestar atenção nesses dados. Eles só servem para você saber se o bebê está acima ou abaixo da média, mas não para determinar a data provável de parto.

Por exemplo: você está grávida de 22 semanas e vai fazer o ultrassom morfológico. O médico mede o fêmur (o osso da perna) do bebê e aparece no resultado 23 semanas, ou uma DPP uma semana antes que a sua. Isso só quer dizer que seu bebê está "comprido", e não que vai nascer antes.

O ultrassom é usado para datar a gestação quando a mulher não se lembra da data da última menstruação, ou quando tem ciclos tão irregulares que não dá para usar o método da DUM. Nesse caso, o ultrassom deve ser feito o quanto antes, para que a previsão seja mais exata.

Outra possibilidade é quando se sabe a data da concepção, mas não a data da última menstruação. Nesse caso, subtraem-se 14 dias da data da concepção e essa data fica valendo como DUM para o cálculo do tempo de gestação.

Por exemplo, uma mulher que fez fertilização in vitro mas estava havia meses sem menstruar por causa do tratamento. Ela pega o dia da concepção (quando houve a fertilização do óvulo) e volta 14 dias no calendário. Essa data passa a ser a DUM dela, mesmo que fictícia.

A DUM costuma ser pedida a cada vez que você vai ao médico ou vai fazer algum exame, portanto pode anotar o dia em algum lugar, porque ele vai ser muito útil ao longo da gestação. 

Então a perturbada aqui refez os cálculos:
O dia da fertilização, me lembro como se fosse hj, foi dia 25 de janeiro.
25-14= 11 e não 10 (que foi a data da minha última menstruação). Por isso numa das primeiras ecos chegou a aparecer dia 17/10/2012 como data provável do parto. Entendi! rsrsrs
E sabe lá se os espermatozóides do Daniel conseguiram convencer os meus óvulos a unir-se matrimonialmente com eles neste dia mesmo! kkkk...pode ter sido dia 26, por exemplo. Pois só transferimos no dia 28.
Bom, cheguei a uma grande conclusão: nem com a FIV se pode ter a data exata! 
O que me resta?:
  • Esperar pela natureza. Aproveitar essa linda barriga que Deus me privilegiou ter; grande, espaçosa e confortável (tão confortável que a Milena quer ficar mais um pouquinho! rsrsr);
  •  Agradecer  à Deus, pela perfeição de seus atos; afinal Ele sabe muito mais sobre a sua criação do que qualquer especialista um dia saberá;
  • Encontrar uma forma de relaxar.
Hoje remexemos o quarto da Milena. Vou colocar umas fotinhos para vcs verem:



Tentei tirar meio na sequencia...
Como podem ver ainda faltam coisas e outras estão fora do lugar...e ainda tem outro berço no meu quarto...aí cheio do que não pode (protetor na volta toda rsrsr, mega mosqueteiro rsrs...depois eu tiro uma foto daquele lá também. Bonito fica, mas segundo especialistas, quanto mais "limpo", melhor...ahhh...mais fica tão lindo! rsrsr).
E eu estou aqui me despedindo aos poucos da barriga:
Meninas, obrigada pelo carinho de vcs. De vez enquanto eu venho e dou uma lidinha nos post de vcs, me distrai tanto. Só estou sem cabeça para comentar, por isso me perdoem. Saibam que ainda sofro com as tristezas de vcs, vibro com as vitórias, só estou meio sem palavras; meio egoísta, até certo ponto...porque só consigo pensar na Milena, no parto, focar nos sintomas que nem sei se são sintomas rsrsrs...é uma loucura...novamente, peço que perdoem.
Bom, vamos quem está certo entre todos esses blogs e sites que eu já li. kkkkk
Bjão!!!! 
Tati e Milena.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Ansiedade a mil

Gente do céu!!!! Pode ser hj ou amanhã ou ainda nos teóricos 5 dias! Ai meu Deus!

Estou mais ansiosa do que nunca! Como gostaria de não estar! Só dopando! rsrsrs

Sabe aqueles sintomas todos??? Pressão lá embaixo, colicazinhas, dor nas costas...passaram todos! 

Ela tá mais quietinha tbm...acho que tá toda apertadinha! Ai que dó! rsrs

Ontem li tanta coisa legal; artigos explicando que ao passar pelo canal de parto o bebê perde liquidos do nariz, orelhinhas...enfim, fica perfeitamente preparado para respirar. Gostei tanto de ler sobre estes benefícios. Fiquei ainda mais segura!

O problema dessa "segurança"...é queme sentindo tão preparada, quero que seja no próximo minuto! 

A angústia é tanta, que sonhei que ela tinha nascido com 67 cm! Era uma criança enorme...nem parecida com bebê...era uma criancinha sapeca. Eu até falei para a minha mãe: nossa ela já anda! rsrsrs

Só que não teve nada de engraçado no sonho; eu detestei esse sonho...me senti uma bruxa malvada idiota; eu não conseguia nem dar de mamá; achava que ela poderia me morder; meio que corria da criança, vcs acreditam? Me senti muito mal...me odiei!! Ja chorei rios hj por conta disso. A criança era linda e queria estar comigo e eu ficava com receio. 

Ai gente,,,essa coisa de todo mundo me perguntar se não são dois, se eu tenho mesmo certeza disso...acho que fiquei traumatizada...sei lá. Daí fico pensando e acabo sonhando. Não sei se temos esse poder e ficar pensando e sonhar com aqueilo que pensamos e, pior, deturpadamente. Mas sei que fiquei arrasada com o sonho.

Nele não era a minha Milena; era outra menina. Que eu teria que aprender a amar. E que merecia o meu amor; mas eu fiquei tão assustada. Ai gente, quem souber interpretar sonhos e quiser me dar uma força, fico grata. Por que realmente fiquei impresssionada.

Já falei um milhão de vezes para a minha filhinha que eu tenho certeza que eu vou amá-la. Parece que fiquei com peso na consciência. E pior que foi um sonho...não posso voltar lá e consertar. Ou voltar atrás e não sentir aquilo. De verdade eu sei que jamais teria aquele sentimento. Porque num sonho...na verdade um pesadelo! Será que é meu lado mau? rsrsr

Ai amores, perdão pelas loucuras da Tati! Nem eu to me entendendo mais.

Só penso em Milena 24 hs por dia! Nada tira a minha concentração kkkkk

Um bjaooooooo

Tati e Mileninha

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

E a Mileninha quase chegando

Oi gente!!!

Vou escrever logo, porque hoje quando fui tomar café da manhã tive uma cólica que me fez perder a fome - acreditem! Eu perdendo a fome é uma coisa quase impossível...rsrs. Tanto é que andei um pouquinho e voltei pra mesa, tomei um cafezão sob o argumento de estar firme e forte caso já fosse trabalho de parto rsrsrs. Alarme falso.

Mas então...ainda estou sentindo umas colicazinhas....uiuiuiuiii...vamos esperar para ver qual desfecho terá! rs

Ontem, quando a Drª Ana Claudia me examinou, sentiu a cabecinha da Milena bem encaixadinha! Ela chegou a "se" rir! rsrs

E eu então??? Abri o bocão a rir! Graças a Deus! Tudo está indicando que será tranquilo...mas vamos  ver, né? Gravidez é um caixinha de surpresas! rs

Acordei cedinho hj...não adianta tentar esconder, estou ansiosa pra caramba! rsrs

Escrevi o mega texto anterior e fui tomar café com o Sr. Chollet. 

Já liguei para alguns clientes, expliquei da minha situação (tipo, me dêem um tempinho para parir, pelo amor de Deus! rsrsrs) - a maioria é super querida comigo; já sabia do meu grande sonho de ser mãe e me poupam muito. Os servidores do judiciário daqui também foi super queridos comigo! Só tenho elogios a tecer!

Hum...deixa eu contar pra vcs a gafe de ontem: já fomos de mala e cuia! Eu já estava me sentindo toda esquisita, com dificuldade para andar, a Mileninha sacudindo aqui no meu quadril, espremendo a minha bexiga rsrs...mas ainda estava com um dedinho só de dilatação e a minha médica disse que poderia voltar tranquilamente para casa. Passamos no posto Gral em Gravatai, para abastecer e fazer um lanche. Fiz um xixi basico e ai que não consegui mais andar mesmo! Tudo sacudia e dava pressão. Acho que a pressão era a cabecinha da Milena e já tava quase querendo voltar para Porto Alegre. Liguei para a minha doula Ana Luiza que me acalmou; disse que muitas mulheres ficam com essa sensação...que eu poderia ir tranquila e qualquer coisa ligar pra ela. Viemos super bem...eu agarrada na barriga! rsrs. Chego em casa, eis que o inesperado me ocorre: levamos tudo e quando abro a porta vejo que as malinhas da Milena tinham ficado! Na correira o Dani esqueceu de colocar no carro! Gente, que micão! Deus nos proteja! rsrs. E proteja nossa baby! rsrsrs

Pais surtadinhos, surtadinhos rsrsrsrsrs

Ainda bem que ela quis esperar mais um pouco! Ontem mesmo já foi pro carro as malinhas dela! Deus nos livre esquecer de novo! rsrsrs

Novidades!: Fizemos, finalmente, nossa mudança! Trabalhei tanto, inchei tanto, fiquei tão cansada! E pior: eu acreditava que o meu colo estava 80% apagado e sabe quanto estava? 89%! E eu fiz tudo aquilo! Se soubesse que já estava tanto provavelmente ficaria de repouso! rsrs. Como não sabia, fiz muita coisa!!!! E ontem ainda estava em 90% só! Só???Eu sei, eu sou louca!! rsrs. Mas apenas um dedinho de dilatação. 

Pedi pra Drª "chutar" um dia provável e ela me deu o dia 12. Vivo por este dia agora!! rsrs

Amores, então caso eu dê uma básica desaparecida, pode ser porque pari! rsrs

Um bjaoooooo


Rezem por mãe e filha aqui.

Tati e Milena

Determinação, esforço, fé

Este post deveria chamar-se "Filosofias da Tati" rsrs.

Pois então; acordei para tomar o meu Puran (remédio da tireóide, que tem de ser tomado em jejum) e parei para pensar na vida.

Impressionante como tudo tem sua "hora". Mas "a" hora também pode passar desapercebida e estarmos procurando por coisas que já nos aconteceram; oportunidades que já tivemos e não percebemos.

Cada momento é único e precisamos estar muito atentos para não desperdiçar uma amizade, um serviço, um amor (de infância, quem sabe?). 

Cada pessoa é única e merece nossa atenção. (parêntese para historinha: ontem, após a minha consulta, fomos no hospital de clínicas para "resgatar" os dindos da Milena, que lá estavam para fazer a medicação do dindo Jorge, por conta do transplante bem sucedido que ele se submeteu. Lá chegando me deparei com uma cena linda, mas chocante: uma moça carregando o filho como se carregasse um bebê; o menino já era grandinho, mas claramente se notava o problema sério que ele tinha, algum tipo de problema que imobiliza, retarda crescimento e/ou desenvolvimento. Eu fiquei olhando o carinho daquela mãe com o seu filho e me deu uma tristeza. Mas ao mesmo tempo a cena era tão linda! Em meio aquela dor toda, dava para perceber uma atmosfera de tanto amor! Como poucas vezes eu já vi. Afinal, é fácil amar o belo, o perfeito; difícil é amar mesmo na dor. Por isso que eu repito: cada pessoa é única!

Historinha II: depois de encher os olhos de lágrimas com aquela cena triste, mas linda, fomos eu e a dinda procurar um banheiro para a grávida aqui; andamos além do primeiro que encontramos porque ela já conhecia um bem limpinho - rsrs; Foi então, que pertinho da porta, mas ainda no corredor, escutei uma senhora vindo e falando "É para qualquer momento....pra qualquer momento..."; Fiquei pensando: será que era para mim que ela tá falando isso? E não é que era! Ela parou o seu andar apressado, embora de bengala, para me dizer isso. "Teu bebê é para qualquer momento!"; Naquela hora a pessoa "notada" fui eu. Uma senhora que tantas coisas interessantes já devia ter vivido, parou seu passo apressado para falar comigo. Interrompeu o seu caminho para manifestar-se a "nosso" respeito rsrs. Viu minha barriga e quis fazer contato! Poderia só olhar e "admirar", como vários ali estavam fazendo (tô enooooormeeee!), mas não; ela foi além; é isso que eu quero dizer com "pessoas únicas". Umas são mais "únicas" que as outras!)

Fim.

Hahahaahaha....fim das historinhas. Agora vem "A" história. Pois então...o post tem esse nome, porque parei aqui lembrando de pessoas que possuem os atributos-título-do-post. Lembrei de várias! E lembrei até de mim! rsrs. Da minha longa jornada; de todas as pedras do meio do caminho; fiquei pensando em todas aquelas pessoas que passaram pelo meu dia; do meu tio que foi chamado 9 vezes para fazer o transplante e não era a vez dele; na décima, então, só concorria com ele mesmo e mesmo assim não era certeza. Mas ele teve fé, se esforçou e a sua determinação lhe trouxe até ali. Um exemplo. 

Lembrei da moça com o filho nos braços; lembrei de todo aquele amor, aquele carinho, aquela determinação em auxiliar seu filho. Emocionante!

Lembrei da senhora (que me pareceu tão culta e inteligente...interessante), que parou o seu trajeto para falar comigo. Seguríssima de si. Falou com a estranha, mesmo sem saber se ela (eu, no caso), não era uma daquelas grávidas chatas, cheias de nhenhenhéns...que só falta morder quem vem se pronunciar sobre a sua gravidez! rsrs. Conheço várias...até penso bobagens a respeito delas rsrsrs.

Pois então, minha gente...um post nada a ver...rsrsrs...mas sabem, fico me registrando aqui, registrando o meu lado observador, porque no fundo sou uma pessoa medrosa. Me peguei com medo de morrer e minha filha não saber nada a respeito da mãe dela. 

E por saber que as vezes é num texto "nada" a ver que conhecemos realmente as pessoas, que me entreguei em vários aspectos aqui. Ela saberá que tem uma mãe observadora, que valoriza as pessoas, critica também, que tem seus medos, suas fraquezas. Mas ao mesmo tempo quer ensiná-la a observar o mundo e tirar suas próprias conclusões; quer que ela não passe a vida sem ter um sentido, sem fazer sentido para alguém (além de sua mãe rsrsrs); Que ela saiba rir das fraquezas, das derrotas. Que sempre se anime a continuar, mesmo na dor. Que dê sempre o seu melhor, mesmo nas coisas mais simples. 

Como já devem ter notado, hoje acordei inspirada! rsrs. E pouco inchada! O que me permite digitar "quilômetros" hahha.

Então prometo voltar daqui a pouco pra contar de ontem, da consulta, da Milena, da conversa incirvel que tive com a minha ginecolista/obstetra, que só aumentou a minha admiração por ela!

Desde já observo: a senhorinha tinha razão! A Milena vem a este mundo em muito breve! 

Respeitarei a natureza dela, embora ansiosa; sou sincera: quero vê-la urgentemente...rsrsrs...mas também quero ensinar a minha filha a ter paciência e respeito; Seguir com fé; Ser determinada e seguir seus próprios propósitos.

Quer melhor ocasião para isso? rsrsrs

Volto em breve!

Bjjjjjsssssss

Tati